terça-feira, 29 de setembro de 2009

Reproduzir mp3 em Debian

Debian por defeito não nos deixa reproduzir os ficheiros .mp3, já que este é um codec privativo, e Debian é baseado em código livre.

Para tal temos que adicionar um repositório ao ficheiro sources.list. Podemos fazê-lo editando este ficheiro como root ou através do programa synaptic. Em synaptic existe uma opção nos menus chamada "repositórios" e é aí que podemos adicionar este que necessitamos.



O repositório que temos que adicionar é o de debian-multimedia, mas antes de o fazer, temos que instalar o ficheiro debian-multimedia-keyring, que é uma "chave" que nos vai permitir ter acesso ao repositório.

Vá a http://www.debian-multimedia.org/ e baixe o pacote .deb chamado:

 debian-multimedia-keyring_2008.10.16_all.deb

 Pode encontrar o link para baixar o ficheiro onde diz:

The first package to install is debian-multimedia-keyring.
First download the debian-multimedia-keyring package.

Sendo um pacote .deb, pode instalá-lo com o programa Gdebi se prefere fazê-lo com uma interface gráfica ( veja esta mensagem se quer saber mais sobre o Gdebi), ou se preferir pode instalá-lo via terminal. Abra um terminal e escreva o seguinte comando como root (ou use sudo ou kdesudo se preferir):

dpkg -i debian-multimedia-keyring_2008.10.16_all.deb

Feita a instalação, só lhe falta adicionar o repositório de debian-multimedia.

Se o quer fazer de forma manual, edite o ficheiro sources.list (como root). Este ficheiro está em /etc/apt.

Adicione o seguinte:

deb http://www.debian-multimedia.org lenny main

Eu uso Debian Lenny (versão estável), por isso esta linha tem de fazer referencia a lenny.

Se você usa Debian Squeeze (versão de testes) adicione:

deb http://www.debian-multimedia.org squeeze main

Ou se usa Debian Sid (versão instável), adicione:

deb http://www.debian-multimedia.org sid main

Também pode abrir o programa synaptic e adicionar esta linha no menu "repositórios".

Feito isto, tem de actualizar os repositórios para que o sistema reconheça aquilo que você acabou de adicionar.
Para tal pode abrir synaptic e carregar no botão "recarregar" ou "actualizar", ou se prefere fazê-lo no terminal, escreva o seguinte:

apt-get update

Ou

aptitude update

Agora pode instalar os ficheiros ou pacotes que lhe fazem falta para reproduzir os .mp3.

Pacotes a instalar:

w32codecs (codecs de windows)
mplayer
xine (recomendado)
lame (ou liblame) (recomendado) 
xmms (reproductor ao estilo winamp) (recomendado)

Estes são os pacotes recomendados. Se ao procurar em synaptic pelo nome "lame" (sem as aspas é claro) encontrar pacotes parecidos, tipo liblame ou liblame0, instale-os também. Pode procurar também por divx, dvd... aquilo que precisar. Também pode instalar o programa VLC, por exemplo, se bem que este está nos repositórios oficiais de Debian. VLC é um reprodutor todo-terreno, embora XINE seja bastante bom, chegando mesmo o preferir o ultimo.


NOTA IMPORTANTE: Depois de instalar o que precisa, recomendo que desactive o repositório debian-multimedia. Pode fazê-lo de 2 maneiras:

Abrir synaptic > repositórios e desmarcar debian-multimedia da lista

Ou...

Abrir o ficheiro sources.list (como root, usando o seu editor favorito (Kwrite, Kedit, Gedit, etc)) 

Exemplo:

cd /etc/apt/                --- com este comando vamos ao directório

kedit sources.list       --- abrimos o ficheiro com kedit
 Ou
gedit sources.list        --- abrimos o ficheiro com gedit         


e onde se lê:

 deb http://www.debian-multimedia.org lenny main

Comente a linha com um "#", ficando assim:

 #deb http://www.debian-multimedia.org lenny main

Isto prevenirá actualizações não desejadas e que lhe poderão "estragar" alguma funcionalidade de algum programa.  

E mais importante... disfrute das suas musicas !

Espero que estes conselhos sejam úteis. 

Desde já agradeço os comentários... nem que seja para agradecer !

Nova modificação do Ubuntu: Ultimate Edition 2.3 Gamers

Uma nova versão baseada no Ubuntu pensada para jogar...
Não é que seja um substituto do Ubuntu, apenas é baseado no Ubuntu e contém repositórios próprios.
Sem mais meias palavras, aqui está:



quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Ficheiros 7zip no Linux


Comprimir e descomprimir ficheiros 7zip

Requisitos: 


Nova Sondagem: Qual a Distribuição que usa ?

Olá a todos.

Temos nova sondagem no lateral esquerdo do blogue.
 
SE usa Linux vote por favor !

terça-feira, 22 de setembro de 2009

17 Fundos de ecrã: Windows Vs Linux

Aqui fica um recompilatório de fundos de ecrã (ou wallpapers, como quiserem), em que os protagonistas já se vêm quem são. Não quero assim começar nenhuma guerra de comentários contra ou a favor de ninguém, embora cada um seja livre de o fazer dentro de uns limites respeitáveis.
Com isto apenas quero comparti-los... e se os quiser usar esteja á vontade !



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 Esta foi uma lista de imagens encontradas no sitio bablotech , embora lá figurem 12 imagens, eu aqui encontrei mais uma poucas, completando mais um pouco ;-)

Actualização: Veja a segunda parte desta mensagem aqui no Linux & Vida Livre.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Configurar resolução em Open Arena



Desde a versão 0.7.6 do Open Arena, você deve ser capaz de escolher qualquer resolução que o seu "hardware" suporte.
Embora esta informação seja para as versões 0.7.1 e anteriores, sempre pode ser que lhe seja de utilidade em caso de algum desespero.

Edite o fichero de configuração q3config.cfg (com o seu editor favorito, kate, kwrite, gedit...), que é criado depois da primeira vez que o jogo é executado.

Encontra-se dentro da sua pasta /home, em:



/.openarena/baseoa/q3config.cfg





Encontre as seguintes linhas: (a resolução pode variar conforme aquela que você necessite)

seta r_customheight "1024"
seta r_customwidth "1600"
seta r_mode "3"

E mude-as para (adapte para a sua resolução, 800x600, 1024x768...) :


seta r_customheight "1050"
seta r_customwidth "1680"
seta r_mode "-1"




Neste caso a opção r_mode "-1" significa que ficará a configuração por defeito. Recomenda-se deixar em r_mode "-1" caso não consiga arrancar o jogo mesmo depois de alterar o ficheiro para a resolução que necessite.

Grave o ficheiro, sobrescrevendo-o, e execute o jogo.

Espero que lhe seja útil.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Como descomprimir ficheiros .cab



Com cabextract, os ficheiros .cab (ficheiros cabinet) podem ser descomprimidos ou descompactados. Os ficheiros .cab são um tipo de ficheiros usados por Microsoft para distribuir os seus programas e coisas como os pacotes de tipografias de Windows.

Modo de uso:

ARM une-se á The Linux Foundation



Esta é uma (boa) noticia que vem melhorar (esperemos) e acelerar o crescimento do Linux no mercado mundial.

The Linux Foundation, organização sem fins lucrativos dedicada a aceleração do crescimento do Linux, anunciou hoje que a ARM (ARM LSE:; Nasdaq: ARMH) tornou-se um membro da mesma.

Lista de Comandos de Linux/Unix





 Uma pequena lista de comandos... claro que estes não são todos os que existem:

dmesg: Imprime as mensagens mostradas pelo "kernel" ao inicio.

depmod -a: Cria um ficheiro que contém as dependências dos módulos que são carregados para o "kernel", quer dizer, é capaz de reconhecer quais módulos devem de ser carregados para que um terceiro seja utilizado no sistema.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Rootkit Hunter - Uma ferramenta para a sua segurança


O Rootkit Hunter (rkhunter) procura no seu sistema por rootkits,
backdoors, sniffers e exploits (conhecidos e desconhecidos)

Pesquisa por:
 - mudanças no hash MD5 de ficheiros;
 - ficheiros que normalmente são criados pelos rootkits;
 - ficheiros executáveis com permissões anómalas;
 - strings suspeitas nos módulos do kernel;
 - ficheiros ocultos em directórios do sistema;
e opcionalmente pode pesquisar entre ficheiros.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Instalar pacotes .deb no terminal



Este artigo é baseado fundamentalmente para sistemas Debian ou baseados em Debian (Ubuntu e derivados)

Para instalar pacotes .deb no terminal podemos usar a ferramenta aptitude.

aptitude é um sistema de gestão de pacotes sendo algo mais melhorado ou avançado que o já conhecido apt.

É também uma ferramenta muito poderosa e versátil, com o qual requer que você tenha responsabilidade e saiba de certa maneira o que quer fazer com ele.

Se quer mais informação sobre o aptitude directamente no seu computador, abra um terminal e escreva:

$ man aptitude

Abrirá o manual de instruções do mesmo.

Ou se quer uma pequena ajuda resumida escreva:

$ aptitude -h

Se, no entanto, você quer instalar pacotes .deb através de uma interface gráfica (ou GUI de Graphic User Interface) pode usar o programa Gdebi. Pode ver esta mensagem anterior no Linux & Vida Livre sobre como instalar pacotes .deb com o Gdebi


Continuando...

Para instalar pacotes .deb no terminal usando aptitude (tem de fazê-lo com permissão de root ou administrador) escreva:

# aptitude install nome-do-pacote

Substitua nome-do-pacote pelo nome daquilo que quer instalar é claro ;-)

Com este comando instalará o pacote que você deseja e todas as dependências e pacotes recomendados pelo pacote que deseja instalar, que embora sejam "apenas" recomendados, dão funcionalidades adicionais e pode vir a precisar deles no futuro.

Seja como for instale-os. Normalmente não ocupam demasiado espaço.

Como disse antes, aptitude é bastante poderoso, e se executar apenas "aptitude" (sem argumentos, nem opções, nem nome-do-pacote que quer instalar) no terminal:

 $ aptitude

... Abrirá uma interface para procurar, navegar, instalar, actualizar e realizar outras tarefas no que se refere á administração dos pacotes no sistema.

Se apenas quer ver ou conhecer como é esta interface de aptitude, recomendo que execute

$ aptitude

apenas como utilizador e não como root ou administrador. Desta maneira qualquer alteração que quiser fazer dentro de aptitude, o sistema perguntar-lhe-á pela palavra-passe de root, impedindo-o de cometer qualquer erro sem querer e danificar assim o seu sistema.


Outros comandos para aptitude:

aptitude remove nome-do-pacote 
  • Elimina o pacote junto com as suas dependências que fiquem órfãs


aptitude purge
  • Elimina pacotes e dependências  órfãs, incluindo os ficheiros de configuração

aptitude update
  • Actualiza a lista de pacotes locais na sua máquina 

aptitude upgrade 
  • Actualiza os pacotes disponíveis  


aptitude clean
  • Elimina os ficheiros que teve de baixar para instalar programas no computador

Existem outras maneiras, você pode usar outros comandos para instalar pacotes, apt (ou apt-get) por exemplo...
Em linux normalmente existem 2 maneiras diferentes (ou mais) para fazer o que queremos, e se você usa o terminal verá que é verdade.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Como sair e entrar em modo gráfico no Linux (resgatar)

Ás vezes, ao arrancar algum jogo, ou por outro motivo, ficamos com o écrã negro (por exemplo) e o nosso monitor ou placa gráfica não está configurado para a resolução que esse jogo ou aplicação pede... com o qual ficamos "perdidos" sem imagem, embora o sistema esteja activo e todos os outros programas que tenhamos abertos continuam aí.....

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Como apagar ficheiros (persistentes) da Reciclagem... em Debian


Quantas vezes já lhe passou que não consegue esvaziar a reciclagem... por muito que a tente limpar ?

De certeza que não muitas vezes, a mim já me aconteceram umas 2 vezes, e isto sucede porque ás vezes há ficheiros que queremos apagar e como o dono deles é root (ou o superusuário), nós sendo um usuário não temos os permissos necessários para os eliminar.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Como mudar a resolução em Smoking Guns



Se por alguma razão você escolheu uma resolução que não funciona bem e não tem maneira de arrancar o jogo para escolher a resolução do ecrã, pode mudar um ficheiro de configuração do Smoking Guns e meter a resolução que lhe convenha para jogar.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Phun - Programa de física educativa em 2d




Phun combina a física e a arte de uma forma lúdica, com uma jogabilidade aberta e sem direcção.

Phun não é apenas um jogo - é muito mais! Phun é educativo, divertido e muito viciante!

 Para saber algo sobre  Phun de forma fácil e rápida, leia este tutorial como começar (em Inglês). Se você tiver problemas,  leia o FAQ ou peça ajuda nos fóruns.

Video de demonstração:






Você vai precisar de um computador decente com hardware 3D (não se preocupe... o meu computador tem uns aninhos, um AMD Athlon XP 2600+ com placa Nvidia Geforce FX 5200 e dá perfeitamente bem).

Lembre-se, Phun ainda é beta, por isso ainda tem algumas falhas.


Pode baixar nos seguintes links (escolha a sua arquitectura de computador):

Phun beta 5.28 para Linux 32-bit, ficheiro comprimido tgz (7.5 MB)

Phun beta 5.28 para Linux 64-bit, ficheiro comprimido tgz (7.5 MB)



Descomprima o ficheiro para dentro de uma pasta.

Para executar pode criar uma entrada no menu K (no KDE por exemplo), no sub-menu que mais achar adequado, e no comando que aponta ao executável, pode apontá-lo ao ficheiro phun

Também pode abrir um terminal situando-se na pasta que acabou de descomprimir e executar o comando:

./phun

para arrancar o programa.

Se ao tentar executá-lo no terminal o programa não arrancar... e der o seguinte erro:

 error while loading shared libraries: libpng.so.3 not found

...ou algo parecido, mas que diga que lhe falta libpng.so.3... pode fazer de 2 maneiras para resolver o problema:

  • Abra synaptic, procure por libpng3 e instale-o.

Ou...

  • No terminal, faça login como superusuário:

$ su
password:*********** (meta a sua palavra-passe de root !) 
# apt-get install libpng3

Divirta-se!

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Viewnior - Rápido visualizador de imagens para Debian/Ubuntu



 Navegando por aí encontrei este pequeno mas rapidíssimo visualizador de imagens !
Simples, rápido e ligeiro... quando chega a hora de simplesmente querer ver imagens... para quê mais ?




Entre as suas características estão:

  • Ecrã completo, apresentação (Fullscreen, Slideshow)
  • Girar, inverter, gravar, apagar imagens
  • Suporte de animação
  • Procurar apenas imagens seleccionadas
  • Janela de Navegação
  • Definir a imagem como papel de parede (Wallpaper)
  • Interface simples
  • Acções configuráveis do rato

Algumas das características que os desenvolvedores gostariam de acrescentar são as seguintes:

  • Mostrar dados EXIF de imagens em anexo
  • Actualizar automaticamente pasta de conteúdo
  • Arrastar as imagens de Viewnior
Aconselho a instalarem, já que ao fazer duplo-click numa imagem ela abre quase instantaneamente !

Quer pôr o Viewnior como o visualizador por defeito no KDE ao fazer duplo-clique ?

Escolha uma imagem que tenha no computador, que seja .jpg por exemplo... faça clique-direito em cima do ficheiro e escolha "propriedades".

De seguida carregue no ícone de chave inglesa que aparece ao lado do tipo de imagem:


Depois na janela seguinte, você pode escolher na lista de programas qual programa abre este tipo de ficheiros.

Simplesmente seleccione o nome de Viewnior da lista e carregue no botão "para cima" ao lado da lista até o Viewnior chegar ao topo da lista, já que o programa que fica definido para abrir a imagem ao fazer duplo-clique é aquele que estiver no cimo dessa lista.

Carregue em "aplicar" e depois em "aceitar". Essa janela estão é fechada e voltamos á anterior. Carregue de novo em "aceitar" ou "OK" e já tem o Viewnior a ser executado quando fizer um duplo-clique em imagens .jpg

O mesmo pode fazer para os outros tipos de imagens... .png, bmp, etc

Está disponível para descarga em:

https://launchpad.net/~xsisqox/+archive/ppa

As versões apresentadas na lista da parte de baixo da página são do Ubuntu, mas como sabemos, o Ubuntu é baseado em Debian.
Eu baixei a versão para Ubuntu Hardy onde diz:

viewnior - 0.6-1~ppa2~hardy2

Faça clique nessa linha lá na página e abre-se uma lista

Só tem que escolher qual quer... se você não tem um computador com processador de 64 bits como eu, então a que você quer é a: viewnior_0.6-1~ppa2~hardy2_i386.deb (96.4 KiB)

Instale o pacote .deb com o Gdebi (sabe o que é o gdebi ?) e é só coser e cantar !

Página Oficial do Viewnior (informação sobre o Viewnior)

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Programa para ligar e desligar Compiz-Fusion facilmente

 



 Compiz-Switch é um simples programa que serve para ligar e desligar o Compiz facilmente.

Se está á procura de uma maneira simples mas efectiva de alternar entre o Compiz e o gestor de janelas (window manager) do seu ambiente de trabalho então esta aplicação é para si.

Compiz-Switch facilita esta acção com um simples clique.
  • Se o Compiz se estiver a executar, mudará para o gestor de janelas por defeito do seu ambiente gráfico.
  • Se o Compiz não estiver activo (ou a ser executado), serºa lanãdo imediatamente.
Não há necessidade de compilar absolutamente nada e a única dependencia é ter um ambiente de trabalho GNOME, KDE ou Xfce com uma versão executável de Compiz.


Versões Disponiveis

Ao carregar nos links de cima abrir-se-á uma página que é a página oficial deste projecto, e desde lá, pode fazer a descarga dos ficheiros. A pedido do autor não farei links directos para as descargas dos mesmos.

 O ficheiro compiz-switch-0.4.0~source.tar.gz é um ficheiro comprimido. Simplesmente descomprima para dentro de uma pasta, navegue dentro e localize um ficheiro chamado makefile.

Abra um terminal nessa localização e escreva o seguinte comando como root:

# make install

Automáticamente ficará instalado no sistema e no KDE será criado uma entrada no menu "Utilitários"

No meu caso resolve um problema que é o de não conseguir fechar completamente o Compiz, sem ter se fechar a sessão... com o qual aqui deixo o meu aplauso !

Fonte:

http://forlong.blogage.de/entries/pages/Compiz-Switch

Configurar Compiz Fusion 0.7.4



Esta guia é baseada numa guia feita para o Ubuntu, e usa o programa CompizConfig Settings Manager (ccsm) que é desenvolvido pelo Projecto Compiz Fusion para configurar o mesmo.

Nota: Para poder usar o Compiz-Fusion tem de ter uma placa gráfica com a aceleração 3D activada. Se quer comprovar se tem ou não, abra um terminal e escreva:

$ glxinfo

Se estiver tudo bem, verá uma saida de dados depois deste comando, e procure onde estiver escrito:

direct rendering : yes

Quer dizer que tem a aceleração 3D activada.

Continuando....

Se ainda não instalou o CompizConfig Settings Manager (ccsm) pode instalar através dos repositórios do Debian (com Synaptic, por exemplo), assim como o próprio Compiz-Fusion e seus plugins.

Depois de tudo instalado podemos arrancar o CompizConfig Settings Manager (ou Gestor de Opções do CompizConfig) que estará (no KDE) em Menu K > Preferências, ou algo parecido...
Ou então se quer arrancar o programa desde um terminal, escreva:

$ ccsm


Como obter o cubo:
1- Active os seguintes plugins marcando a casinha ao lado:
  Desktop Cube
  Pode ter que desactivar outro para conseguir activar este. Siga as indicações.


   Cubo Giratório
    Este plugin é necessário para girar o cubo

 2- Aumentar o numero de ambientes de trabalho para 4 em:
General Options → Desktop Size → Horizontal Virtual Size

 Deve ficar assim:



Agora podemos alternar entre ambientes de trabalhop virtuais com [Ctrl]+[Alt]+[Esquerda] / [Direita] e girar o cubo com [Ctrl]+[Alt]+[Botão esquerdo do rato] - segure o botão "clickado" do rato, e movimente o rato de um lado para o outro.


Plugins opcionais para o cubo:
Viewport Switcher
no caso de querer mudar de ambiente de trabalho com a roda do rato


Cube Caps
activa imagens no topo e na base do cubo

Cube Reflection
o cubo com reflexos 
 

Janelas 3D
levanta as janelas da superfície  enquanto giram


Configurando o Cubo
- Para mudar a cor do cubo:
       Vá até  Cube Caps → Appearance → Cube Top/Bottom Color e escolha uma cor para cada opção que encaixe melhor no seu "wallpaper"

- Várias configurações relacionadas com as transparências e plugins seguem mais abaixo.


Pôr as janelas a abanar (Wobble)

 Primeiro que tudo você tem que activar as Wobbly Windows

 Depois, se quer que o seu painel do menu também abane, escolha Shiver no  menu que se abre para baixo em Map Effect nas Wobbly Windows

 E pode querer desactivar a opção Snap Inverted também, para impedir que as janelas se "agarrem" aos limites do écrãn.



Active plugins úteis nas esquinas do écrãn 

Certifique-se que a opção Scale está activa e vá á pestana Bindings.
Aí procure pelos screen icons, clique no botão ao lado de Initiate Window Picker For All Windows e escolha o canto superior direito.


Mostrar todos os ambientes de trabalho virtuais ao mover o ponteiro do rato para o canto superior esquerdo do écrãn

 Certifique-se que a opção Expo está activada e escolha o canto superior escuerdo na pestana Bindings dentro de Expo Edge.

 

Dicas e truques para Scale e Expo

1- Se você activa os plugins Scale Addons e Scale Window Title Filter, "amplia" o modo Scale

    Fazendo botão direito do rato em cima de uma janela deixa-o olhar para uma aplicação

              Pode fechar uma janela com o botão do meio do rato

    E se está á procura de uma certa aplicação, simplesmente escreva as primeiras letras do titulo da janela

     

    2- Enquanto está no modo Expo 

    • Pode mudar o ambiente de trabalho fazendo um click-direito em outro qualquer
    • E ainda pode arrastar as janelas de um ambiente de trabalho para o outro


     Switchers (comutadores) de janela mais bonitos

    Embora por defeito o Switcher de janela ( [Alt] + [Tab] ) que vem com o Compiz é certamente mais agradável do que aquele que veio com seu ambiente de trabalho, Compiz Fusion tem outros muito mais agradáveis, que podem ser iniciados via [Super] + [Tab] ( a tecla "Super" sendo a tecla de Windows do seu teclado).




    • Cover Switch - se você habilitar o Shift Switcher este será o modo por defeito.





    • Flip 3D
    Escolha Flip em Shift SwitcherSwitcher Mode

    • Ou habilite o plugin Ring Switcher
    (Você tem que desativar o Shift Switcher primeiro, porque eles usam a mesma combinação de teclas)

    Você pode ligar estes anteriores para diferentes combinações de teclas, se você gosta e tem três comutadores de janela diferentes de cada vez (o "normal" (o que mais usa), um dos Shift Switcher e o Ring Switcher).

    Além disso, você pode usá-los para diferentes necessidades, por exemplo, o Ring Switcher para a área de trabalho actual e um Shift Switcher para todas as janelas activas - apenas tem de configurá-los da maneira que quiser no plugin Key bindings.



    Animações das Janelas

    Todas as seguintes opções estão localizadas na parte Animations.

    Efeitos Razoáveis de Janelas

    •    Close Animation 
    Dê um duplo clique na primeira entrada ("Glide 2" por defeito) e escolha        Zoom no menu drop-down.

    Além disso, o dobro da Duration para 400 (que obviamente não é a coisa mais sensata a fazer, mas é um efeito tão agradável)


    •   Minimize Animation  
    Dê um duplo clique na primeira entrada ("Zoom" by default) e escolha Lâmpada Mágica

    •   Open Animation  
    Dê um duplo clique na primeira entrada ("Glide 1" por defeito) e escolha Glide 2

    •   Focus Animation (opcional) 
    Não recomendo mudar o sentido, apenas aumente a duração de 300 ou 400 para ver o efeito curioso.





    Populares / efeitos de janela emocionantes

    Assim como na secção anterior, todos os efeitos mencionados aqui podem ser encontrados no menu suspenso (dropdown) depois que você clicou duas vezes a primeira entrada da respectiva pestana (ou separador) de animação.

    Também tenha em mente para aumentar a respectiva duração, por exemplo, 400, assim você pode ver a animação em toda a sua glória.

    •      Close Animation
    Um dos efeitos mais procurados é definitivamente aquele que faz as janelas em chamas quando você fechá-las - este efeito é chamado Burn.

    Outras animações que fazem as pessoas ficar "impressionadas" incluem:
           Beam Up - Se você se considera um "trekkie", este é definitivamente para você.
           Explode - Rebenta as suas janelas em pedaços.
           Leaf Spread - Semelhante a Explode, mas a dispersão de blocos é de cima para baixo.

    •      Minimize Animation
           Magic Lamp (Lâmpada Mágica) é desde já o melhor efeito para esta acção.
           Se você está procurando algo fixe (legal para os brasileiros)  (e idiota), porém, escolha Airplane - este efeito dobra a sua janela em um avião de papel que irá viajar para a sua lista de janela.

    •      Open Animation
           Vacuum pode ser a escolha perfeita aqui - este efeito "chupa" a janela do seu cursor, é particularmente apropriado quando você abre aplicações desde os ícones do painel.
           Outras opções interessantes seriam o efeito Dream e o efeito "Matrix" com o efeito Razr.

    •      Focus Animation
           Se você é um fanático vacilante, alterar o efeito de foco para Wave.
           Mas o mais popular (e possivelmente - irritante) efeito aqui seria Dodge, o que provocará que as janelas fiquem "embaralhadas".


     Transparência

    Uma das razões principais para mim, porque eu queria experimentar o Compiz, foi o fato de que você poderia ter transparência real (e não apenas um falso, onde você não pode ver o que está realmente acontecendo em sua janela abaixo). É ainda um dos efeitos mais impressionante para mim, que você é capaz de mover uma janela transparente sobre seu desktop e é como se, assim, uma janela real, onde você pode olhar através dele.

     
    Afinações Gerais Para Transparências

    •       Transparência verdadeira no gnome-terminal
           Essa é a maneira mais fácil de desfrutar de uma verdadeira transparência, já que o gnome-terminal já suporta. Tudo que temos a fazer é abrir o terminal e vá para Editar → Perfil actual → Efeitos e seleccione Fundo Transparente. Você pode alterar o nível de opacidade com a barra de rolagem, se quiser.

    •      Ajustar a transparência de janelas paulatinamente
           Isso é uma característica básica do Compiz. Basta pressionar tecla [Alt] e aumentar ou diminuir o nível de opacidade com a roda do rato enquanto passa o rato sobre qualquer janela (mesmo no painel).

    •       Painéis e menus transparentes
           Ao contrário do painel do Xfce, o painel do GNOME não suporta transparência real. Portanto, temos de ajustar isso manualmente:
               Ir ás Opções Gerais → Opacity Settings(ou algo assim) e escolha Adicionar. Em seguida, njanela emergente escreva dock e para os valores de opacidade da janela escreva 85 (isso significa que a transparência é definida para 15% - pode defini-lo maior ou menor, é claro - mas eu não recomendaria algo inferior a 75, pois os ícones e limitada podem ganhar transparência também).

    •      Agora que você tem um painel transparente, os menus opaco não se encaixa muito bem. Clique em Adicionar novamente, desta vez escreva dropdownmenu e configure a transparência da mesma forma que o seu painel (se você estiver usando o menu principal, você tem que escrever popupmenu em vez de dropdownmenu - o que irá fazer os seus menus de contexto transparentes também!)  



    Plugins de Transparência de Janela



    Vá até ao plugin Move Window e meta para Opacity um valor de 85.
    Agora as janelas terão 15% de transparencia, cada vez que você arrastá-las.



    O plugin Trailfocus torna as janelas mais transparentes na ultima vez que as enfocou.




    Se você activar ADD Helper e definir Misc. OptionsOpacity para 85, todas as janelas obtêm 15% transparencia, exceto para a janela enfocada (você pode querer definir as outras opções a 0).





    Opções de transparência relacionadas com o Cubo
     

    Definir o cubo (semi-) transparente

      Defina o seguinte: Desktop Cube → Transparent Cube → Opacity During Rotation para 75,0000 (ou o que melhor lhe convier)

    •      Além disso, você pode querer desativar Lighting (Iluminação) em:
           General Options → Display Settings





    Plugins Relacionados com a Transparência do Cubo

    Estes plugins fazem uso da capacidade de fazer o cubo transparente, para ver o que passa lá dentro.



    Cube Gears 
    Mostra engrenagens dentro do cubo



    Atlantis 
    Transforma o seu cubo num aquário

    Há obviamente mais efeitos e plugins. Esta foi apenas uma tradução e adaptação do conteúdo da página em inglês Forlong's Blog sobre Compiz Fusion


     

    Notícias GNU/Linux