domingo, 20 de junho de 2010

SketchUp em Debian Squeeze com WINE

 Como já tinha mencionado em outra mensagem anterior aqui no Linux & Vida Livre, aqui ficam algumas dicas, tentando dar aquele empurrão para trabalhar com este programa no Linux.... no meu caso no Debian Squeeze.



Instalação de Google Sketchup:


Instale o WINE desde o Centro de Software ou desde o Gestor de Pacotes SYNAPTIC no Debian Squeeze.
O WINE é uma implementação de Windows Sobre Linux, e permite-lhe executar programas deste primeiro sobre o Linux.

A versão do WINE recomendada é a 1.2

Vá á sua pasta /Home, e active a visualização de ficheiros ocultos. Feito isto, terá visível a pasta /.wine e dentro a pasta "drive_c" que é equivalente á unidade "C:" no Windows. Ali mesmo estarão os ficheiros dos programas , a pasta do SketchUp e a pasta de Plugins tal e como a tem também no Windows.

Continuando, baixe e instale o SketchUp. Poderá fazê-lo de 2 maneiras. Ou dando um duplo-clique sobre o ficheiro de instalação do SketchUp ou carregando sobre ele com o botão direito do rato e escolha a opção " Abrir com WINE" ou algo parecido.

Terminada a instalação, o SketchUp poderá ser acedido através do menu do KDE > Wine e dentro deste procure pelo SketchUp. Se usa o Gnome como ambiente de trabalho também estará o sub-menu "Wine".

Ao executar o programa verá uma mensagem de erro "SketchUp was unable to initialize OpenGL!"

Visto isto, é necessário alterar um valor no registo do Windows (via WINE)

Navegue até á pasta /.wine dentro da sua /home. Entre depois em "drive_c" e entre na pasta "windows".

Execute "regedit.exe"... o famoso editor do registo de Windows.

Na árvore de directórios á esquerda, navegue até:

HKEY_CURRENT_USER\Software\Google\SketchUp7\GLConfig\Display,

e mude "HW_OK" para "1".

Aí está. O êxito deste processo depende enormemente da versão do WINE que está a usar e também da Distribuição de Linux.

 O SketchUp aqui no meu computador...

Se ainda tem problemas, experimente algumas das seguintes dicas que anteriormente eram necessárias:

Se o SketchUp bloqueia no diálogo "Welcome to SketchUp" quando você carrega em "Start Using SketchUp", desmarque a caixinha "show at startup". A entrada do registo do Windows coorespondente é:

HKEY_CURRENT_USER\Software\Google\SketchUp7\WelcomeDialog "ShowOnStartup"="0"


No SketchUp 6, pode ser necessário que faça as seguintes alterações ao registo do Windows:

[HKEY_CURRENT_USER\Software\Google\SketchUp6\GLConfig\Display]
"FIRST_TIME"=dword:00000000
"HW_OK"=dword:00000001

[HKEY_CURRENT_USER\Software\Google\SketchUp6\Google SketchUp TOTD]
"HelpPage"="0"
"ShowOnStartUp"="false"

[HKEY_CURRENT_USER\Software\Google\SketchUp6\SnappyInstructor]
"Show"="0"


Em versões mais antigas do SketchUp, o Wine e o Linux tinham problemas com os "chipsets" de Intel.

Para tal, era necessário desabilitar o "DRI" na configuração do seu servidor X, a interface gráfica de utilizador do Linux.

Abra um Terminal e escreva como ROOT:

gedit /etc/X11/xorg.conf

Procure a secção "Device" e adicione a opção para desabilitar ou desligar o DRI.

Antes:
Section "Device"
Identifier "Videocard0"
Driver "intel"
EndSection

Depois:
Section "Device"
Identifier "Videocard0"
Driver "intel"
Option "NoDRI"
EndSection

Depois de editar, grave as alterações e reinicie o servidor X com a combinação de teclas Ctrl+Alt+Backspace.

Se já conseguiu por o SketchUp a funcionar, parabéns !!

No entanto, e como devia esperar ao não ser uma versão nativa para Linux, existem algumas coisas que não funcionam como deve de ser.

Poderá nao funcionar o modo de importar/exportar modelos 3D, o navegador integrado "get models from 3D warehouse" apenas mostra uma página em branco... e outras coisas mais.

Mas no geral, é uma boa experiência se você tem a curiosidade e paciência (não muita, pelo menos no meu caso) para fazer o SketchUp no Linux sob WINE.

É claro que sempre pode tentar, e de certeza que funciona melhor, executar o SketchUp através de uma máquina virtual, com o VirtualBox, por exemplo.

Os meus melhores cumprimentos.

3 comentários:

  1. foi o melhor post e pratico, funcionou perfeitamente.
    Valeu pela dica. Espero que os outros tenham a mesma sorte que eu em encontrar este post!!!

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que lhe serviu. Obrigado por deixar um comentário ;-)

    ResponderEliminar

É favor manter a boa educação nos comentários. Qualquer comentário ofensivo, racista, desprestigioso, apenas com objectivo de inundar o blogue ou comentários de publicidade não solicitada serão eliminados. Serão aceites comentários em Português, Espanhol e Inglês. Comentarios en Portugues, Español y Ingles seran aceptados. Comments in Portuguese, Spanish and English will be accepted.

Notícias GNU/Linux