quinta-feira, 21 de maio de 2009

Primeira mensagem

Boas a todos os visitantes. Bem-vindos.

Este blog tentará relatar as minhas experiencias pessoais com o sistema operativo Linux, oferecendo informação que ache útil para todos os que já estão ou desejam entrar neste mundo do software livre e sem barreiras (practicamente).

Até agora já experimentei vários "sabores" de Linux diferentes. Ubuntu, Fedora, Mandriva, PCLinuxOS, Slackware......"Sabores" ou seja, distribuições...e há centenas de sabores diferentes, embora apenas sejam mais conhecidos uns 15 ou 20 sabores diferentes.

E dentro dos "sabores" não estamos limitados a ter apenas um ambiente de trabalho, podemos ter vários instalados, e arrancar o computador ou fechar a sessão e mudar para o que queiramos.

E há vários: Gnome, KDE, XFCE, Openbox, Enlightenment E17, JWM, LXDE...apenas por nomear alguns.

O meu "sabor" preferido é o Debian até agora, embora também tenha instalado o Ubuntu noutra partição (parte do disco, como uma fatia de queijo) porque gosto de ver a evolução do Ubuntu, já que está baseado em Debian, com uma mistura de pacotes ou livrarias do ramo Debian estável, instável, experimental... e tudo isto ajuda o Linux a evoluir, o Debian a madurar cada vez mais, e isso é porque no fim de contas, é grátis a sua descarga e instalação e qualquer pessoal que tenha conhecimentos pode colaborar alterando o código fonte, ou até mesmo apontando erros para serem corrigidos ou fazer traduções.

Aqui fica um video de demonstração das capacidades dos efeitos visuais no Linux. A distribuição usada é a Elive com o ambiente de trabalho ou escritório Enlightenment E17, mas esta também é baseada em Debian.



0 comentários:

Enviar um comentário

É favor manter a boa educação nos comentários. Qualquer comentário ofensivo, racista, desprestigioso, apenas com objectivo de inundar o blogue ou comentários de publicidade não solicitada serão eliminados. Serão aceites comentários em Português, Espanhol e Inglês. Comentarios en Portugues, Español y Ingles seran aceptados. Comments in Portuguese, Spanish and English will be accepted.

Notícias GNU/Linux